Fanpage macrofotografia.com.br
Profundidade de campo na macrofotografia - macrofotografia.com.br
Profundidade de campo na macrofotografia

Muito se fala sobre a limitada dof (deep of focus - profundidade de foco ou profundidade de campo) em macrofootgrafia.

Sabendo que há apenas um plano de foco em uma fotografia, a uma determinada distância do plano do filme e paralelo ao mesmo, a profundidade de campo é quanto uma imagem aparenta estar em foco antes e depois desse plano.

Em macrofotografia, devido as grandes ampliações dos assuntos e reduzida distância entre o assunto e a camera, a profundidade de campo é muito mais reduzida que em fotos "normais", como por exemplo em uma paisagem.

Para maximizar a proundidade de campo devemos usar menores aberturas de diafragma (f16, f22 etc). O inconveniente é que com menores aberturas teremos menos luz para o filme, o que tornará necessário o uso de baixas velocidades ou de uma fonte externa de iluminação (flash).

Abaixo um teste feito com a camera (EOS 20D) em um tripé, lente EF 100 2.8 USM macro, flash MT-24 EX com velocidade fixa em 250 (sincronismo do flash). A ampliação é de aproximadamente 1:2 e a abertura foi variada de ponto em ponto entre os limites da lente (f2.8 - f32).

Efeito da abertura (f) na profundidade de campo
f2.8 f4 f5.6 f8 f11 f16 f22 f32
(coloque o mouse sobre a abertura para carregar a imagem).

Vale ressaltar que, apesar do aumento da profundidade de campo, há uma perda significativa na qualidade da imagem ao se usar aberturas muito pequenas (f22 ou menores). Veja como exemplo o review da Lente Canon EF 100mm f/2.8L IS USM macro que mostra corte 100% da imagem em diferentes aberturas.

Texto publicado originalmente por por Tacio Philip em 28/03/2005.



Copyright 2003/2020 - macrofotografia é marca registrada (INPI) pertencente a Tacio Philip
Proibida a cópia total ou parcial de qualquer material deste site (fotografias, ilustrações, textos, vídeos etc.) sem a autorização por escrito do autor e citação da fonte.