Fanpage macrofotografia.com.br
Cuidado com as fotos que te inspiram: nem toda fotografia é clicável! - macrofotografia.com.br
Cuidado com as fotos que te inspiram: nem toda fotografia é clicável!

Espero que esta postagem sirva como um alerta para as pessoas que estão começando a fotografar, evitando assim o efeito negativo que muitas imagens muito bonitas, exibidas por aí, acabam causando como efeito colateral.

Ao observar uma boa imagem postada na internet, em uma revista, em uma exposição ou onde quer que seja, muitas vezes o iniciante na fotografia se encanta com sua beleza e, funcionando como inspiração para que saia com sua câmera nas ruas e fotografe, pensa em fazer algo igual ou parecido, só que as coisas não são tão simples assim.

Hoje em dia, com a absurda facilidade de acesso à fotografia digital e suas ferramentas de edição, vemos muitas, mas muitas imagens que simplesmente não são possíveis de serem obtidas em apenas um clique.

Ai você pode perguntar: "E daí???". Tudo bem, e daí. Eu não tenho nada contra quem gosta de manipulação de imagens, seja a pessoa um fotógrafo ou não, mas acho totalmente anti ético postar imagens não clicáveis como se tivessem sido feitas a partir de um clique.


Não é possível essa profundidade de campo em uma simples macrofotografia.

E onde o iniciante entra nisso? Com o tempo e experiência os fotógrafos passam a perceber de cara o que é fotografável ou não, o que é difícil de perceber para quem está começando.

Então, um iniciante que se deslumbra com uma linda imagem postada na internet, ao tentar clicar algo igual, por mais que tente, pode acabar se desanimando com a fotografia por não conseguir "fazer uma foto igual".

Minha área de atuação principal é a macrofotografia, então vou citar um exemplo que aconteceu há alguns meses, quando um "fotógrafo" postou em um grupo do Facebook uma imagem de uma mosca em voo indo em sua direção com uma legenda dizendo: "como foi difícil fazer uma foto da mosca em vôo".

Quem já fotografou insetos, principalmente os alados, sabe que não seria uma tarefa muito fácil fotografar, totalmente em foco, uma mosca voando em sua direção. Acho que mesmo quem nunca fotografou deve imaginar isso. Imagine então uma foto assim postada por alguém que não tinha um histórico de fotos impressionantes em seu currículo.

Muitas pessoas comentaram a foto maravilhados, dizendo como era uma situação difícil, que a foto era linda, espetacular, que o fotógrafo tinha tido muita sorte etc. etc. etc. O caso é que, com uma atenção melhor e um pouco de cuidado na observação, tanto eu quanto outras pessoas conseguimos perceber uma área apagada embaixo da mosca, onde o degradê dos tons verdes do fundo não era contínuo e, para dar o tiro de misericórdia final na imagem, alguns pelos idênticos em sua parte inferior, um uso descarado do "close stamp" do Photoshop. Como veredito final, percebemos que a mosca estava provavelmente presa em um alfinete, o qual foi apagado na pós produção.

Se você quer fazer uma imagem assim, com um grande impacto visual, tudo bem, vá em frente. Mas seja ético em assumir que é uma montagem. Quem tiver conhecimento em fotografia só vai achar o resultado interessante, mas quem está começando, pode achar que é uma imagem clicável e se desapontar, ou até desistir, de fotografar por não conseguir algo igual, então seja consciente com o que posta.

Além da edição simples como citado anteriormente, existe também algumas imagens que são resultado de mais de uma fotografia, como é o caso das fotografias por empilhamento de foco, um tipo de fotografia que gosto de fazer. Inclusive cito este exemplo porque não foi uma vez apenas que me perguntaram qual câmera e lente eu usava para conseguir esse tipo de imagem.


Foram necessárias 55 fotografias para conseguir essa profundidade de campo.

Todos que começam a fotografar macro logo percebem que a profundidade de campo é bem reduzida, mesmo com o uso de pequenas aberturas de diafragma. Esse tipo de imagem, diferente das macros "normais", apresenta detalhes impossíveis de serem obtidos em uma única fotografia, não adianta quanto você tente. O que acontece é que, para se obter uma única imagem, muitas vezes são usadas centenas de imagens individuais, que são "empilhadas", via software, de modo a obter uma grande profundidade de campo e detalhes.

Portanto, antes de se inspirar em uma linda imagem e sair para clicar algo parecido, tente entender se é uma imagem clicável. Nem todas as pessoas tem o costume de assumir o que foi feito em suas imagens e muitos iniciantes se decepcionam, colocando esses "fotógrafos" em pedestais inatingíveis, ao não conseguir fazer algo sequer parecido por melhor que seja seu equipamento e sua técnica.

E você, que faz esse tipo de imagens, eu não estou criticando o resultado final. Só peço que tenha um pouco de consciência e pense o que você pode estar causando aos fotógrafos iniciantes dizendo que suas montagens são simples fotografias "sem edição".

Texto publicado originalmente por por Tacio Philip às 20:49:18 de 16/06/2014.



Copyright 2003/2020 - Tacio Philip
Proibida a cópia total ou parcial de qualquer material deste site (fotografias, ilustrações, textos, vídeos etc.) sem a autorização por escrito do autor e citação da fonte.